Tradições e gastronomia

Tradições e gastronomia

O peixe fresco, o marisco, os produtos agrícolas e silvestres, o vinho, o mel, o medronho e a doçaria regional com destaque para os famosos D. Rodrigo e os doces de amêndoa e figo, são parte do rico património de Lagos.

O artesanato é rico em cestaria de verga ou palma, olaria, cerâmica, rendas e tapeçaria, sendo que todos estes produtos provêm de uma herança de gerações. Para o comprovar, realiza-se em Lagos, em cada dois anos, uma feira quinhentista que retrata os costumes da época das descobertas, em que a população se veste com trajes dessa época e se prova a gastronomia do séc. XV. Esta é também uma bonita oportunidade para visitar Lagos.

Todos os anos, a 29 de Agosto, realiza-se o tradicional banho 29, em que se recordam as populações rurais que se deslocavam para o litoral para tomarem banho por volta da meia-noite. Nos tempos actuais, para além da festa que dura todo o dia, repete-se a tradição de tomar banho de mar à meia noite, com as praias iluminadas pelas fogueiras e animadas pelos grupos que à sua volta se juntam a tocar e a dançar.